19
Jan 12

Ontem fui ao Bairro Alto assistir à partida de futebol entre o Real Madrid e o Barcelona com uma dupla criativa amiga. Acabámos a bater umas bolas sobre o design de serviços e a sustentabilidade.

O comentador desportivo caracterizou a partida como “a vitória da filosofia sobre a estratégia”. O que quer que isso possa significar e pondo de parte a discussão futebolística, aos madrilenos falta a táctica.

E este plano táctico parece ser o problema de outros negócios. Pelo pouco que discutimos e investiguei, e tendo como contexto a importância do sector dos serviços para a economia mundial e o peso das questões relacionadas com a sustentabilidade, bem como a exigência crescente dos consumidores, o design de serviços será certamente tido em conta na altura de inovar.

A capacidade de acrescentar valor a determinado sistema, envolvendo os diferentes stakeholders, sobretudo o consumidor, e considerando os impactos positivos sobre as pessoas, o meio ambiente e a economia, é um exemplo de como o design serviços e a sustentabilidade se podem relacionar.

Imaginemos o serviço de educação do IDEFE-ISEG. Para assistirmos confortavelmente à aula de Planeamento de Marketing e Sustentabilidade, entre a matrícula e a avaliação final, existe uma série de estágios que podem ser pensados de forma a melhorar a experiência do aluno e a sustentabilidade do processo como um todo.

 

Talvez possa interessar seguir o presidente da IDEO, Tim Brown.

 

Por André Milheiro

publicado por greentalks às 17:44

Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9



29


Sobre o Blog
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO