21
Jan 12

Com os crescentes níveis de poluição na cidade de Milão, uma empresa italiana na área de arquitectura Stefano Boeri Architetti concebeu um edifício apelidado Bosco Verticale, que pretende abordar as novas construções de edifícios urbanos tendo em focu a regeneração do ambiente e da biodiversidade urbana, não necessitando de uma expansão territorial (especialmente nos grandes centros urbanos onde os valores por m2 de terreno é um dos principais entraves existência de mais espaços verdes).

 

 

 

Irá ser constituída por duas torres residenciais de 110 e 76 metros de altura, onde irá ser plantado ao longo dos vários pisos cerca de 900 árvores.

Para igual número de árvores teria de se ter uma área de floresta de aproximadamente 10.000 metros quadrados.

São números impressionantes, se tivermos em conta que numa cidade, se forem construídos 30 edifícios idênticos, teríamos uma área equivalente de área florestal de 300.000 metros quadrados, ou seja uma faixa de 1km de floresta entre Lisboa e Porto.

O Bosco Verticale ajuda na criação de um microclima e na filtragem das partículas de poeira contidas no ambiente urbano. A diversidade das plantas e suas características produzem humidade, absorvem partículas de CO2/poeiras, produzindo oxigénio e proteger da radiação e poluição sonora.

 

 

Fonte: http://www.stefanoboeriarchitetti.net/

 

 

By David Fonseca

 

publicado por greentalks às 14:41

Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9



29


Sobre o Blog
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO