07
Fev 12

 

 

É só uma caixa de pizza...

Mas foi re-inventada, é ecológica, e chocante de tão funcional.

Sem glamour absolutamente nenhum é de uma sobriedade deliciosa!

 

As suas caracteristicas inovadoras permitem que, por exemplo, ao comer-se metade da pizza possamos retirar 4 suportes para fatias.

Depois podemos fechar novamente a caixa, e a partir de um simples sistema de montagem baseado num picotado no cartão reduzimos o seu volume: é um facilitador na colocação da embalagem na reciclagem.

 

Fabricada a partir de 100% de material reciclado, elimina tantos desperdícios.... é gigante este packaging.

 

Mara Lopes

Fonte: www.greenboxny.com

 

publicado por greentalks às 17:47

As grandes retalhistas mundiais estão a trilhar um percurso em que pretendem reduzir a quantidade de embalagem que disponibilizam nas

prateleiras em que  o exemplo vulgarmente mais falado derivado do seu impacto global, é a cadeia de lojas wal-mart. Um impacto que se mede através do packaging scorecard e que na prática pretende reduzir em 5% face aos níveis de 2006 gerando poupanças na ordem dos 12 mil milhões de dólares (1). O scorecard será dado aos fornecedores e a informação partilhada com os consumidores de forma a que este seja um factor que os consumidores incluam nas suas decisões de compra e, nesta avaliação são tidos em conta aspectos como emissão de gases com efeito de estufa, escolha de materiais da embalagem e composição química (2).

 

Um outro exemplo interessante é a cadeia Tesco no Reino Unido que, no seu esforço de reduzir o desperdício de alimento irá testar um novo tipo de packaging em tomates e abacates que absorve uma hormona que provoca o seu amadurecimento (3), prolongando desta forma a sua vida na prateleira e que já foi testado pela Marks & Spencer em morangos em Janeiro (4).

 

E, em breve a Páscoa estará a bater à porta com o seu doce apelo estará Portugal pronto para encarar o futuro?

 

Por Daniel Souza

 

Fontes

(1) The business of sustainability: Putting it into practice, McKinsey 2011

(2) http://walmartstores.com/sites/sustainabilityreport/2009/en_w_packagingReduction.html

(3) http://www.guardian.co.uk/environment/2012/feb/07/tesco-new-packaging-food-waste

(4) http://www.guardian.co.uk/environment/2012/jan/06/marks-and-spencer-packaging-fruit

publicado por greentalks às 17:28

Uma animação simples. Uma simbologia simples.

Um retrato simples de gestos quotidianos sustentáveis, aqui apresentado pela Volkswagen. Azul é a cor da sustentabilidade e esta é uma atitute positiva neste tom.

Think Blue. Blue is the new black.

 

Mara Lopes

Fonte: Volkswagen. Sehsucht.

 

publicado por greentalks às 17:10

 
ECOSIA é uma excelente iniciativa.
Trata-se de um motor de busca eco-friendly, que reconhece a poluição digital e tenta compensa-la através da doação de 80% dos seus lucros ao programa de conservação da Amazónia pela WWF.
Vejam e busquem em www.ecosia.org
 
Mara Lopes
Fonte: ecosia.org
 
 
publicado por greentalks às 16:53

Visualmente muito apelativo este é um retrato sustentável de uma agricultura urbana, que respeita a difícil gestão de espaço na grande metrópole aproximando uma comunidade verde. 
 
Este tipo de plantação auto-suficiente está na sua fase mais inicial e procura sobreviver na grande cidade, como os Brooklin Grange.
Há um reaproveitamento dos topos dos edifícios, que contribuí para a redução dos efeitos de estufa e arrefecimento, e uma excelente optimização dos transportes: 5500kg a 7000kg do elevador para a cozinha.
 
Um modelo de negócio sustentável que não apresenta grandes desvantagens, onde os produtos são livres de pesticidas e herbicidas, de maior qualidade, cedidos gratuitamente  à comunidade local, como faz a Comunity Food Program de East Harlem.
 
A petição entregue ao Mayor de Nova Iorque "People's Garden in NYC" pretende que mais áreas sejam cedidas para plantação biológica, com fim pedagógico e inclusão de crianças no processo. Just do it... como diriam os senhores dos ténis!
 
 
Mara Lopes
Fonte: petrina tv
 
 
 
publicado por greentalks às 16:45

Zero Waste foi criado por pessoas tal como nós que se preocupam com o mundo e com o seu futuro. É uma filosofia que incentiva os cidadãos a agirem de uma forma sustentável em vez de esperarem que algo aconteça e tudo se resolva. É um blog que nos explica como é possível em pequenas acções reduzir ao mínimo o lixo que fazemos e reaproveitar ao máximo tudo aquilo que usamos. É necessário incentivar as comunidades para uma mudança real!

 

“Be the change you want to see in the world” – Ghandi

 

Um dos exemplos que nos mostram, trata-se dum plano denominado de “Rubbish Diet”, onde os consumidores conseguem reduzir a sua pegada através de uma politica intensiva dos 3R´s, dado que tentam reduzir ao máximo o que consumem, reaproveitando pequenas coisas. A criadora deste plano chegou a ser finalista nos CIWM awards para o prémio Environmental Excellence na categoria de Recycling Champion. Acima de tudo, este tipo de movimento pretende ajudar pessoas que não tem o poder de compra para conseguirem adquirir produtos ditos sustentáveis, mas que gostariam de fazer parte de um mundo mais sustentável.

 

Já existem pequenas comunidades intimamente comprometidas com este tipo de movimento. Em Itália 72 municípios (4% da população) estão alinhados com a filosofia Zero Waste e reciclam 70% do seu lixo. No resto do mundo as pessoas começam a pressionar os seus representantes governamentais e municipais para que se caminhe neste direcção. Como se tem vindo a verificar os cidadãos cada vez pretendem ter um papel mais activo na sociedade e na elaboração dos planos de acção.

 

Como não poderia deixar de ser, os Suecos surgem como os que mais se identificam com este movimento. O exemplo que vos deixo aqui é sobre uma família de 4 pessoas que ao final de um mês apenas tem 1kg de lixo! É espantoso. Esta família fotografou algumas das suas pequenas acções do seu dia-a-dia. Este caso não é a imagem real da Suécia no seu geral, dado que em médias as famílias fazem mais lixo que este exemplo, mas prova que se pode de facto reduzir o lixo doméstico.

 

Fontes:

http://www.letsdoitworld.org/news/joan-marc-simon-waste-resource

http://www.zerowasteeurope.eu/2012/01/a-zero-waste-month-in-sweden-4-people-less-than-1kg-of-waste/

http://www.zerowasteeurope.eu/2011/03/a-zero-waste-family-is-possible/

 

Patrícia Oliveira

publicado por greentalks às 11:19

Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
17

22

29


subscrever feeds
Sobre o Blog
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO