02
Fev 12

Dos três anos a trabalhar em sustentabilidade posso partilhar que apesar de muitas vezes nos depararmos com iniciativas pontuais de responsabilidade corporativa e sem uma ligação aparente à actividade das empresas, a recomendação dos consultores passa pela definição de uma estratégia de sustentabilidade.

Esta estratégia não é mais do que um plano de acções que procura responder aos grandes desafios de sustentabilidade de determinada empresa. Para a definição de uma estratégia são necessários alguns elementos. De uma forma simples, numa primeira fase, de diagnóstico, é habitual proceder-se a um enquadramento sectorial e benchmark, e integrar directrizes de negócio e as expectativas dos stakeholders.

Fiquemos por aqui. A primeira ferramenta que apresento é “The Sustainability Yearbook” da SAM – empresa responsável por promover a sustentabilidade a partir dos mercados financeiros. Na edição de 2012, podemos encontrar por sector os líderes mundiais em matéria de sustentabilidade, pequenos enquadramentos e as principais temáticas que se colocam aos níveis social, económico e ambiental. O Yearbook da SAM é muitas vezes utilizado para caracterizar os desafios da sustentabilidade e identificar as empresas para benchmarking.

 

Por André Milheiro

publicado por greentalks às 15:02

Fevereiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
17

22

29


Sobre o Blog
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO