19
Jan 13

 

 

 

Segundo dados publicados pela Agência Europeia do Ambiente (AEA) anualmente cada cidadão europeu produz em média cerca de 520 kg de resíduos.

 

Em Portugal estima-se que cada português produz 2,21 kg por dia (OCDE) ou de acordo com um estudo da Agência Portuguesa do Ambiente 1,5 kg.

 

Ora, ocorre-me perguntar quantos destes resíduos podem ser evitados. Estou a incluir os jornais lá de casa, as dezenas de embalagens que encontramos quase que num piscar de olhos nas nossas casas e que tendemos a reciclar e a achar que cumprimos o nosso dever cívico e ambiental ao colocar-las no ecoponto.

 

Será que reciclagem é uma resposta adequada para o problema dos resíduos urbanos. Creio que não, permitam-me a observação vejo que a reciclagem é, hoje, entendida um pouco como Churchill descreveu a democracia em 1947, como a pior forma de governo, salvo todas as demais que foram experimentadas, um pouco como a reciclagem que é entendida como a melhor de continuarmos a consumir como consumimos minimizando os efeitos ambientais... 

 

Apresento uma vez mais exemplos presente do que poderá ser o futuro. O Coffree é uma embalagem biodegradável de café que se transforma na própria chávena.

 

Concebido por um trio de designers coreanos o Coffree dá-nos o duplo gosto de beber café sem precisarmos de gerar desperdícios só temos de seguir as instruções e no fim misturá-lo diretamente na terra ou num compostor.

 

 

 

 

Afinal, se olharmos com atenção para o mantra dos três R`s… reciclar só aparece depois de reduzir e reutilizar.

 

Para mais informações: http://www.yankodesign.com/2011/02/28/cuppa-freedom/

 

Helena Gameiro

 

 

publicado por greentalks às 17:13

Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

14

22
26

28
29
30


Sobre o Blog
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO