16
Jan 12

Andava eu a passear por este universo fantástico que é a internet quando me deparei com... isto:

 

Solar Decathlon!!!


E no que consiste o Solar Decathlon? – pergunta o caro leitor.


Ao que eu respondo:
- Não, não se trata de uma qualquer prova maluca de cariz desportivo...=)

 

O Solar Decathlon consiste basicamente num desafio internacional lançado a universidades no sentido de apelar à investigação e desenvolvimento de casas energeticamente eficientes. Pretende-se que as equipas participantes concebam e construam uma casa baseada nas seguintes premissas:

 

  • Preço de construção acessível;
  • Dispêndio da menor quantidade possível de recursos naturais;
  • Produção da menor quantidade possível de resíduos no decorrer do seu ciclo de vida;
  • Redução de consumo de energia a valores minimos e, last but not the least, toda a energia necessária ao seu bom funcionamento tem de ser obrigatoriamente de origem solar.


Coisa fácil não é?! =)


E se eu vos disser que além destes pequenos pormenores, a casa terá de ser fisicamente construída na sua totalidade em 10 dias (daí o “decathlon”) no local onde se irá realizar a prova?! Ah pois é! Estes senhores não brincam em serviço!


Historicamente, este desafio foi lançado pela primeira vez nos Estados Unidos em 2002 pelo U.S. Department of Energy. Em 2010, e no seguimento da participação da Universidad Politécnica de Madrid nas várias edições do concurso, foram celebrados acordos governamentais entre os EUA e Espanha que permitiram a concretização deste concurso em solo europeu: Solar Decathlon Europe. Acordos semelhantes levaram à criação do Solar Decathlon China.
A edição de 2012 conta com a participação de diversos países, entre os quais, o nosso caríssimo “rectângulo à beira-mar plantado”. Sendo que as cores da selecção serão defendidas pela equipa da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (Vai uma onda à FAUP?! Owwwooooo!!)

Apesar de ter procurado de forma intensa, não consegui encontrar um vídeo que apresentasse o projecto de Portugal... =(

Mas, fear not! Deixo-vos aqui a apresentação de um outro projecto que também está a concurso e pelo qual tenho um carinho especial, o PRISPA da Universitatea de Arhitectură şi Urbanism Ion Mincu.


Tcharan:

 

Até breve.

 

Joana Godinho Santos

publicado por greentalks às 21:01

A colaboração entre o atelier português blaanc bordeless architecture, e a dupla CaeiroCapurso, deu origem à associação Adobe for Women (http://www.adobeforwomen.pt/) cujos objectivos são o combater à pobreza e problemas habitacionais com a construção de casas sustentáveis, low cost, e que são erguidas com a ajuda dos seus futuros moradores.

 

Recorrendo a técnicas de construção tradicionais, utilizando materiais locais como adobe e bambu, estas habitações são eficientes energeticamente.

 

O projecto está a ser desenvolvido no México, na aldeia indígena de San Juan Mixtepec, Oxaca.

 

 

 

CaeiroCapurso

Dupla de arquitectos, composta pelo português João Caeiro e pelo italiano Fulvio Capurso. Vivem actualmente em Oaxaca, no México e dedicam-se especialmente ao trabalho e formação junto das comunidades rurais, tendo vindo a desenvolver projectos sustentáveis e pesquisa direccionada para a construção com materiais locais, especializando-se em terra e em bambu.

http://berootstudio.wordpress.com/

 

blaanc bordeless architecture

O atelier de arquitectura blaanc borderless architecture, constituído por quatro jovens arquitectas foi fundado há cerca de 3 anos e tem vindo a desenvolver projectos nomeadamente em Portugal e no Brasil. Um dos principais objectivos da blaanc é trabalhar em arquitectura sustentável, com uma especial preocupação em contribuir para a melhoria das condições de habitação para os mais necessitados.

http://www.blaanc.com/

 

Susana Ângelo

publicado por greentalks às 11:05

Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Sobre o Blog
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO