10
Jan 12

Pegando na deixa da Rita, continuemos pela cozinha e, ao hambúrguer, complemente-se com a bebida visto que, por Portugal bom vinho se faz.

Sendo assim, como se enquadra a sustentabilidade num copo? Por um lado é importante considerar os pesticidas e herbicidas derivados do petróleo e que são aplicados nas uvas e, tal como noutras culturas, priva a vida de florescer no solo bem como dificulta a retenção de nutrientes. A somar a isto, há ainda a erosão do solo, a inexistência de rotatividade nas culturas que torna o solo infértil, o transporte do vinho de um lado para outro do planeta e os barris que são feitos com madeira derivada do carvalho.

 

Somando tudo isto, a The Association of Wine Economists estima que, no global, a pegada carbónica vinícola se situe nos 5.3 milhões de toneladas de CO2 (como comparação, metade da frota de aviões regionais dos EUA, emitiram cerca de 8 milhões de toneladas carbónicas em 2010 (1))

 

"A pegada ecológica da Greenbottle é 10% das garrafas tradicionais"

 

No entanto, há formas de reduzir o impacto carbónico desta bebida, por exemplo no Reino Unido foi anunciada a garrafa de papel (Greenbottle) cuja pegada carbónica é 10% das garrafas tradicionais (2), sendo assim, é biodegradável e mais leve – num mundo onde se consomem 20 mil milhões de garrafas anualmente (3), o peso da garrafa, acaba por ter um impacto considerável no transporte das mesmas. Por fim, mesmo a pequena rolha pode ter um grande impacto: as rolhas de plástico e de alumínio, tem uma pegada carbónica 10 e 26 vezes, respetivamente, superior às rolhas de cortiça (4)

 

Quem diria que o vinho poderá ser ainda mais verde do que o verde que se vê na garrafa?

 

Daniel Souza

 

Baseado no artigo

Wine: how green is your glass?, The Ecologist, 21 December 2011, disponível em http://www.theecologist.org/green_green_living/food_and_drink/1171258/wine_how_green_is_your_glass.html

 

Referências

(1)   http://www.greenaironline.com/news.php?viewStory=841

(2)   http://www.dailymail.co.uk/news/article-2061183/Raise-glass-environmentally-friendly-paper-wine-bottle.html

(3)   (4) http://en.wikipedia.org/wiki/Cork_(material)

 

 

Créditos da imagem

Tom Ba from Flickr

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por greentalks às 01:01

08
Jan 12

Olá a todos,

 

Quero antes de mais dizer-vos que os posts que irei publicar, irão todos ter um tema associado cada semana diferente. Consoante o tema, pensei em falar-vos de novidades, coisas do dia-a-dia, ou notícias interessantes. Por ser o primeiro, vai ser mais longo, mas espero que o tamanho não seja tudo!{#emotions_dlg.happy}


 

Hoje, por mais incrível que pareça fui ao MacDonalds do CC Colombo e surgiu-me um tema para o presente blogue. Ora bem… num domingo á tarde? Pois… o meu momento de epifania foi num centro comercial cheio e num fila enorme, mas tinha mesmo fome.

 

Ao ver o que queria comer…pensei…não me apetece muito comer carne. E o que havia para um vegetariano? Comecei a pensar nas coisas estranhas que podia pedir, que era qualquer coisa como umas batatas fritas, uns palitos de cenoura ou de maçã, uma sopa, ou então um cheeseburguer sem carne!

 

Ao pensar no cheeseburguer sem carne, fiz o raciocínio: Não era bom ter outra hipótese para os vegetarianos?? Que Pensavam se eles disponibilizassem um hambúrguer com os mesmos molhos, com o mesmo sabor, mas de soja ou seitan ou tofu? Seria isso uma inovação? Tornava uma refeição mais sustentável? Ajudava na diversificação da alimentação?

 

Quando cheguei a casa, fui pesquisar…e encontrei que em Portugal podem existir 30 000 vegetarianos que não comem carne nem peixe! (http://www.centrovegetariano.org/Article-451Portugal%253A%2B30%2B000%2BVegetarianos.html), portanto seria todo um novo nicho de mercado. Era uma hipótese para diversificar e dar um novo conceito á alimentação, será que voltado para o novo tipo de consumidor, o verde?

 

E assim, como escolhi o tema da culinária, hoje lanço um desafio “gostos”.

 

Que pensam que ficava melhor num hambúrguer?

A)tofu

B)soja

C)seitan

 

O ingrediente que ganhar na votação, vou experimentar fazer em casa, e depois faço o Follow-up.

 

E há boa maneira Americana…See you next week!

 

Rita Monteiro

publicado por greentalks às 12:45

Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Sobre o Blog
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO