25
Mar 12

 

 

Após analisar as operações de uma empresa, pode-se pensar em aumentar a eficiência energética, através de iluminação de baixo consumo, um melhor controlo em termos de climatização, apoiar práticas de separação do lixo e pode-se apostar também numa cadeia de fornecedores verde.

 

 

Assim, e dentro de uma certa razoabilidade, pode-se repintar a cadeia de fornecedores, tornando-a mais verde e reduzir o tamanho da pegada ecológica do negócio. Assim, surgem os Camisola Amarela, um serviço de estafetas livre de CO2, que é uma alternativa aos estafetas tradicionais e faz entregas em bicicleta na capital portuguesa. Seguindo esta ótica nacional, os Camisola Amarela foram ainda distinguidos com uma menção honrosa no Green Project Awards e segundo a Off7, 1300 quilos de CO2 anuais de CO2, já estão a abandonar a atmosfera.

 

Pense mais, pense verde!

 

Daniel Souza

 

Fontes

Estes estafetas querem chegar às grandes empresas. A pedalar, Publico, 12 de de Março de 2012

http://www.off7.pt/

http://www.camisolaamarela.com/

publicado por greentalks às 12:01

10
Jan 12

Encontra-se em construção, tendo já sido iniciada em 2009, a primeira cidade do mundo que pretende ser 100% sustentável. Uma cidade construída de raiz que está planeada para ocupar uma área de 6 quilómetros quadrado, num quadrado perfeito.

 

 

Estima-se que após a sua completa conclusão 2025, venha a ter 45.000 pessoas a habitá-la e contemple cerca de 1.500 empresas, numa grande maioria empresas ligada área da sustentabilidade. A utilização dos carros no interior da cidade é proibida, estando dotada de uma rede subterrânea de transportes públicos eléctricos, garantindo que em qualquer ponto da cidade não se fica a mais 200 / 250 metros de um ponto para apanhar transportes públicos. A mobilidade fica a cargo do «RTS» que é 100% movido a energia solar e é controlado por ímãs.  Um computador pode rastrear e monitorar onde todos os pontos que estão no sistema, de modo a rota mais eficiente é tomada.

 

Toda a sua construção foi meticulosamente efectuada, pensando na redução ao máximo do consumo energético. Sendo uma cidade perto de Abu Dhabi , as temperaturas em pleno dia chegam a atingir os 65ºC, mas a sua estrutura foi pensada para impedir a entrada dos ventos quentes do deserto  e em ruas estreitas que ajudam a canalizar as brisas frias em toda a cidade.

A energia para fornecer esta cidade será 90% obtida por painéis solares que atingirá 130 megawatts. Serão igualmente estabelecidos parques eólicos fora do perímetro da cidade capaz de produzir até 20 megawatts.

 

 

O transporte e dessalinização da água para abastecimento da cidade é efectuado através de energia solar, que se estima vir a ter um consumo 60% menos que em comunidades idênticas. A reutilização da água será feita na totalidade, para rede de campos de cultivo agrícola.

Resíduos biológicos serão transformados para criar nutrientes para solo e fertilizantes, Resíduos industriais,  como plásticos e metais  serão reciclados . As madeiras utilizadas na cidade são de coqueiros, obtidas em plantações em que os coqueiros já não dão frutos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Masdar significa "fonte" em árabe. Masdar está a ser construída, para ser muito mais que uma cidade sustentável, mas para num futuro próximo ser a fonte da inovação, conhecimento e desenvolvimento do capital humano nas áreas de energia renováveis, sustentabilidade e tecnologias limpas. 

 

 

By  David Fonseca

 

publicado por greentalks às 09:23

Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Sobre o Blog
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO